Tendências

Curto prazo

1 a 5 dias

Médio prazo

5 a 90 dias

Análise técnica

Longo prazo

3 meses a 3 anos

Análise fundamentalista

Análise técnica

17/08/2018 Solicitar análise

Para a Anima (ANIM3), a tendência para o preço de seus ativos no médio prazo (de 5 dias a 3 meses) passa a ser de baixa. Perspectiva que é trazida pelo rompimento de importante zona de suporte recentemente, o que corrobora a predominância da força vendedora frente aos compradores e a possibilidade de continuação das quedas no médio prazo. Do ponto de vista técnico, este cenário é demonstrado pela formação de topos e fundos descendentes para os preços da ANIM3 no gráfico diário, pelas médias móveis negativamente inclinadas e pelo desrespeito de importante patamar de suporte. No curto prazo, pelo fato dos preços já terem se desvalorizado bastante nos últimos pregões, a força vendedora perdeu um pouco de força, o que faz com que a tendência seja neutra para os preços nos próximos dias. Neste contexto, existe uma grande possibilidade de que os preços do ativo andem de lado ou se valorizem antes de voltarem a cair dando continuidade à tendência de baixa de médio prazo. No caso dos preços se valorizarem, existe uma grande chance de que eles voltem a cair após se aproximar do patamar de resistência em 14,30 representada pela linha vermelha no gráfico. Isso porque na proximidade deste patamar existem muitos investidores interessados em desfazer de seus ativos, o que poderá acarretar o aumento da oferta frente a demanda pelos papéis.

2ª Resistência
R$ 14,75
1ª Resistência
R$ 14,30
1º Suporte
R$ 12,70
2º Suporte
R$ 311,85

Avaliar compras

Possíveis oportunidades de compra para as ações da Anima poderão ocorrer caso os preços da ação se aproximem da região de suporte em 12,70 representado pela linha verde no gráfico. Neste patamar, por existirem muitos investidores dispostos a comprar a ação conforme observado no passado, existe boa chance de que os preços parem de cair e apresentem alguma valorização, mesmo que apenas de curto prazo.

Avaliar vendas

As pessoas que tem ações da ANIM3 em carteira visando o curto prazo ou que estão interessados em oportunidades na ponta vendida, deverão avaliar vender ações da empresa na proximidade da resistência em 14,30 já que neste patamar a pressão vendedora deve voltar a se tornar predominante, aumentando a oferta de papéis em relação à demanda e acarretando a continuação da tendência de baixa de médio prazo.

Análise fundamentalista

Sobre

A Anima (ANIM3) é uma das maiores organizações educacionais privadas de ensino superior do país, tanto em termos de receita como em número de estudantes matriculados. A atuação da companhia é concentrada na região sudeste, nos estados de Minas Gerais e São Paulo. O grupo foi fundado há pouco mais de uma década com a compra de um centro universitário em Minas Gerais. O grupo também detém 100% da HSM, uma das mais renomadas instituições de educação corporativa no País.

Pontos positivos

  • Foco em proporcionar ensino acadêmico de qualidade; Portfólio de marcas com grande tradição e reputação no mercado; Administração experiente; Concentração das atividades nas regiões de maior poder aquisitivo do país; Gestão da companhia tem experiência no setor educacional; Empresa segue com sua política de aquisições, migrando para outras regiões do País.

Pontos negativos

  • Conjuntura econômica fragilizada, com alto nível de desemprego, impacta a inadimplência e a evasão de alunos no contexto global do setor; A expansão da companhia em termos de área de abrangência e cursos oferecidos pode comprometer seus custos operacionais e resultar em perda de eficiência; O mercado de educação superior é altamente competitivo, com fácil mobilidade dos estudantes; Dificuldade fiscal do País impacta o setor de educação, reduzindo o financiamento estudantil neste ambiente e impacta diretamente os negócios da empresa.

Visão dos Analistas

A Anima deu continuidade neste trimestre ao pilar estratégico de elevação do crescimento orgânico e o resultado tem sido a expansão na captação de alunos e a busca contínua por eficiência administrativa. A empresa cresceu em quase todas as marcas e unidades, o que reforça a boa política comercial e as estratégias que estão sendo implementadas. O lançamento de novos cursos e abertura de novas unidades acadêmicas pode contribuir para melhores métricas futuras. Para o longo prazo, a empresa deve manter a sua política de aquisições que, apesar de impactar a estrutura de capital, pode elevar a base de alunos nos próximos trimestres. O Novo FIES e a ampliação da Anima no âmbito do fomento de crédito privado estudantil podem trazer mais alunos para as escolas do Grupo. Apesar destes pontos elencados, avaliamos com cautela o cenário mercadológico que envolve a empresa. O ainda elevado nível de desemprego, os descontos nas primeiras mensalidades, a forte concorrência e a tímida recuperação econômica são fatores preponderantes para alterarmos a tendência de alta para neutra nos papéis ANIM3. ANÁLISE DE RESULTADOS 1º TRIMESTRE DE 2018 A receita líquida do 1T18 foi de R$265,1 milhões, expansão de 3,8% em relação ao mesmo período do ano passado. A elevação é explicada, principalmente, pelo aumento de 4,8% da base de alunos, fato que compensou a leve retração (0,3%) do ticket médio no período. Quanto à geração bruta de caixa, o Ebitda Ajustado decresceu 4,7% no 1T18 em comparação com o mesmo período do ano anterior, calculado no montante de R$70,4 milhões. Na mesma comparação temporal, a margem líquida do Ebitda apresentou recuo de 4,7% no presente trimestre. O lucro líquido ajustado foi de R$ 46,0 milhões no primeiro trimestre de 2018, retração de 8,7%. A base de alunos totalizou 103,7 mil alunos no encerramento do primeiro trimestre do ano, elevação de 4,8% quando comparada ao mesmo período no ano anterior. Dentre a base de alunos, o segmento Graduação foi o que mais cresceu (8,9%) e totalizou 96,2 mil alunos (92,8% do total). Por sua vez, os segmentos de Ensino Básico/Técnico, EAD e Pós-Graduação apresentaram quedas de 2,7%, 58,0% e 11,4%, respectivamente. No primeiro trimestre do ano, a empresa investiu (CAPEX) R$28,5 milhões, 10,7% em relação à receita líquida, o que representa aumento de 5,1 p.p. em relação aos 5,6% do 1T17. O aumento se deu principalmente pelo processo de expansão orgânica da Anima, com a abertura e expansão de novas unidades acadêmicas. Ademais, a estratégia de investir em desenvolvimento de plataformas e sistemas tecnológicos voltados para a educação prossegue. Na análise do endividamento da empresa, a dívida bruta ao fim de março/2018 foi de R$264,6 milhões enquanto que, ao fim de março/2017, foi de R$388,1 milhões. Já a dívida líquida retraiu 19,5% na comparação anual, medida em R$163,9 milhões. Considerando os pagamentos de parcelamentos tributários e as aquisições, o endividamento líquido foi R$239,1 milhões. O grau de alavancagem da dívida (dívida líquida/Ebitda Ajustado) foi de 1,4x, valor menor do que o verificado um ano antes, quando foi de 1,8x. Já em relação ao perfil da dívida, cerca de 81% do endividamento está voltado para o longo prazo. Tal alongamento nas obrigações representa um ponto positivo para a estrutura das dívidas da empresa.

Número sobre a empresa

Todos os números estão em milhares
Valor
  • Quanto a empresa vale no mercado?
    Preço da Ação
    Número de Ações
    Valor total $479.6B Preço da empresa no mercado de ações
  • Qual o valor do patrimônio líquido da empresa?
    $545.99Ativo total
    892.6MPassivo total
    Valor patrimonial R$ XX,X
  • Qual o valor do patrimônio líquido da empresa?
    $545.99Preço da Ação
    892.6MPatrimônio por Ação
    A empresa vale 50% do seu valor patrimonial
Lucro
  • Quanto a empresa lucra?
    $225.2BReceita líquida
    $95.5BGastos
    Lucro anual $129.7B
    $129.7BLucro
    892.6MNúmero de Ações
    Lucro por Ação $145.30
  • Quanto o lucro representa do preço da Ação?
    $545.99Preço da Ação
    $145.30Lucro por Ação
    A empresa vale 5x seu lucro anual
Dividendos
  • Quanto a empresa distribui para os acionistas?
    $545.99Dividendos pagos
    $545.99Número de Ações
    A empresa distribui R$ 2,20 de dididendos para os acionistas
  • Quanto isso representa do preço da ação?
    $545.99Preço da Ação
    892.6MDividendos por Ação
    A ação distribuiu 4% do seu valor como dividendos em 1 ano
Correlação
  • Quão sensível a ação é à oscilações do Índice Bovespa?
    Beta: 0,5
    Abaixo de 0,7: Pouco sensível
    Entre 0,7 e 1,5: Sensível
    Acima de 1,5: Muito sensível